O rock pernambucano ainda pulsa, CARRANZA!
O grupo, que voltou em 2016 após um hiato de 20 anos, se prepara para lançar o meio disco Santa Morte Para quem viveu nas décadas passadas o auge do rock’n’roll pernambucano, deve ter percebido uma esfriada do gênero. Mas, a verdade é que a CARRANZA!, grupo do autêntico rock pernambucano, está de volta e traz como proposta resgatar a cena local, valorizando a cultura. O Santa Morte, título do trabalho, vem para consolidar esse retorno aos palcos, e tem já tem previsão de lançamento nas plataformas virtuais no próximo dia 20 de fevereiro, segunda-feira.
O grupo foi criado em 1996 e foi formado por estudantes da antiga Escola Técnica Federal de Pernambuco. Os jovens da época tratavam, nas suas letras, de temas politizados, unindo ao peso do hardcore e hip hop.
Com duas demos gravadas outrora, hoje, a CARRANZA! está lançando o primeiro EP, intitulado de Santa Morte, com a temática inspirada nas Festas dos Mortos, que acontece no México. O disco é retratado como uma forma de reviver, de renovar ciclos. As músicas tem temáticas bem variadas, passando pela festa dos mortos, luta contra a depressão, futilidade, banalização da violência urbana entre outros. "Do início dos tempos ao final dos ciclos,
Do fim da vida, ao renascer de velhos sonhos,
De sorrisos amargos, ao carnaval dos mortos,
E a cada amanhecer, a certeza de estarmos mais próximos,
Insone, Santa Morte." A ideia do Santa Morte é fazer com que as pessoas reflitam sobre os temas abordados de formas sérias. Decidimos voltar a banda, fizemos isso muito pelo cenário desolador que a música e o mercado se encontrava e estamos tendo coragem de ir contra isso, contra a banalização da violência, das vidas humanas, da inocência das crianças, queremos pregar apenas o amor, mostrar que todos somos capazes de sermos melhores cidadãos e seres humanos, pais, etc. Estamos a um bom tempo em um vórtex desesperador de falta de amor, de respeito, tentamos lutar contra isso.
A gravação do disco, o DJ Novato (Sem Peneira Pra Suco Sujo) participa da gravação de duas faixas e teve a produção de Carlos Fumato e projeto gráfico de Henrique Albuquerque. O álbum conta com duas faixas inéditas e mais três releituras de musicas antigas.
O grupo ainda tem as suas influências dos anos 90 como o Rap, Hard Core, metal, tendo como referencias a inoxidável rebeldia do Rage Against the Machine, Biohazard, Deftones e os improváveis arranjos do Red Hot Chilli Peppers e Infectious Groove e Primus. LANÇAMENTO Para o lançamento do Santa Morte, a CARRANZA! vai apostar principalmente nas plataformas virtuais e investir no trabalho de audiovisual. a partir do dia 20 de fevereiro serão lançados os 5 clips das músicas contidas no meio disco. Os clips foram gravados ao vivo e cada uma das faixas ficou a cargo de um editor diferente para terem cada musica sua particularidade.
O Show de lançamento acontece durante o projeto Cena Peixinhos 2017, no próximo dia 22 de fevereiro nos bairro de Peixinhos, em Olinda. O local de lançamento foi escolhido a dedo, por ter sido palco de muitos shows do grupo, além de ser um bairro fomentador da cultura popular.